Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2010

Estudo da Dextron aponta crescimento das empresas da Construção Civil

A expansão das empresas do setor imobiliário, por meio de fusões e aquisições ou da captação de recursos para investimento, tem se acentuado nos últimos anos, em um contexto no qual se destacam novos segmentos de negócios – em especial aqueles voltados para a população de baixa renda -, e novos modelos de empreendimentos, incluindo os novos conceitos arquitetônicos e as habitações sustentáveis.
Esta é uma das conclusões de um levantamento sobre as empresas do setor imobiliário, realizado pela Dextron Management Consulting, empresa especializada em consultoria e estratégia de negócios. “O estudo teve como objetivo traçar uma radiografia das empresas que atuam no segmento de incorporação e construção civil e, assim, contribuir para a definição de posicionamento estratégico e dos investimentos”, explica Maurício Miceli Kerbauy, consultor da Dextron.

O levantamento mostra que o impacto da crise financeira internacional foi expressivo, mas rapidamente superado. Em 2006, apenas u…

Cientistas vão discutir como reduzir mortes por Câncer do Colo de Útero

Um grupo integrado por 11 dos maiores especialistas do mundo em HPV, o vírus que pode levar ao câncer do colo do útero, começa a discutir neste domingo, dia 25, no Hotel Villa Rossa, em São Roque, as armas existentes e as metodologias emergentes para reduzir a contaminação pelo papilomavirus e a mortalidade entre as brasileiras. O evento termina no dia 27.
“No Brasil, há 100 casos de contaminação por 100 mil mulheres, índice dez vezes superior ao da Inglaterra”, diz a pesquisadora Luisa Lina Villa, que é professora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo – FCMSCSP e preside o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do HPV, que fica na instituição.

A conseqüência é que comprovadamente morrem seis vezes mais brasileiras do que inglesas devido à doença, e a especialista alerta que embora o leigo pense sempre na mulher, quando há referência ao HPV, o vírus provoca câncer também em homens. “No sexo masculino, principalmente em decorrência de sexo anal, que…

STJ: aventureiro eventual não gera agravamento de risco para seguro

Seguradoras não podem alegar que comportamentos aventureiros normais, como subir em pedras ou se esgueirar em trilhas difíceis, são fatores de agravamento de risco e, por esse motivo, se negar a pagar o prêmio.
Esse foi o entendimento unânime da Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que reconheceu, contudo, que a recusa em pagar o prêmio, no caso de considerar o fato como causa excludente, não gera dano moral. O relator é o ministro Aldir Passarinho Junior.

No caso, um estagiário da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (EBCT) caiu de uma torre metálica de cerca de 20 metros de altura e ficou paraplégico. Após o acidente, a vítima requereu o pagamento do prêmio da seguradora por ser beneficiária de seguro coletivo contratado pela EBCT.

A seguradora recusou o pagamento, alegando que houve agravamento do risco devido ao fato de o segurado ter galgado a torre para apreciar a vista, o que levou à ação no Judiciário.

A Justiça gaúcha deu ganho de causa ao estag…

A verdadeira Presença

Que jamais, em tempo algum, o teu coração acalente o ódio.Que o canto da maturidade jamais asfixie a tua criança interior.Que o teu sorriso seja sempre verdadeiro.Que as pedras do teu caminho sejam sempre encaradas como lições de vida.Que a música seja tua companheira de momentos secretos contigo mesmo.Que os teus momentos de amor contenham a energia de tua alma eterna.Que os teus olhos sejam dois sóis olhando a luz da vida em cada amanhecer.Que em teus momentos de solidão e cansaço esteja sempre presente em teu coração a lembrança de que tudo passa e se transforma, quando a alma é grande e generosa.Que o teu coração voe contente nas asas da espiritualidade consciente, para que tu percebas a ternura invisível tocando o coração que é centro da nossa alma.Que o teu coração sinta a PRESENÇA secreta do inexplicável!Que você sinta o quanto Deus te ama.Por isso nunca esqueça a presença de Deus que está em nós, que o teu viver seja pleno de paz e luz com Jesus.Desejo-lhe uma abençoada se…

Do estagiário ao executivo: confira os principais erros de comportamento

Um profissional pode ir do sucesso ao fracasso em questão de segundos. Basta apresentar um comportamento inadequado no ambiente corporativo.
Um profissional pode ir do sucesso ao fracasso em questão de segundos. Basta apresentar um comportamento inadequado no ambiente corporativo. E, quem pensa que isso acontece mais com os jovens, sem experiência de mercado, está enganado: do estagiário ao diretor de uma empresa, às vezes, falta bom senso!

Porém, de acordo com o diretor-geral do portal de empregos Trabalhando.com.br, Renato Grinberg, os erros são diferentes de acordo com a faixa etária. Entre os mais jovens, podem ser destacados o pouco respeito à hierarquia, a pouca flexibilidade quanto aos pedidos do chefe, as brincadeiras em momentos indevidos e o uso abusivo da internet ou sites de relacionamento.

"É preciso prestar atenção nas suas possíveis falhas, ouvir os feedbacks e buscar melhoria", orientou Grinberg.

Entre os mais experientes

Em relação aos com mais tempo…

Tempo e dinheiro: quando vale a pena investir em educação executiva?

Em 80% dos casos, os executivos tomam decisões em situações novas e precisam estar conectados com informações
Ao passo que empresas e profissionais se deparam com novas demandas do mercado a serem solucionadas, o conceito de educação executiva entra em pauta.

Em 80% dos casos, os executivos tomam decisões em situações totalmente novas e precisam estar sempre conectados com as novas informações de suas respectivas áreas.

Dar subsídio ao executivo para que ele responda com eficácia a uma eventual demanda, além de treiná-lo para que boas ideias corporativas figurem no contexto de decisões, faz parte de uma aplicação de recursos financeiros e tempo que a empresa deverá despender. Mas até que ponto investir em educação executiva pode ser vantajoso?

Uma mão lava a outra

Para o professor da Escola de Marketing Industrial (EMI), Paulo Grise, esse questionamento é sustentado por três pilares distintos. De acordo com ele, para se ter qualidade e eficácia no projeto educativo, a empresa,…

Seguro será 7% do PIB em dez anos

Estimativa para o mercado do setor foi apresentada durante o evento viver seguro, em Rio Verde, com base em dados como lançamento de novos produtos Uma série de fatores aponta para um crescimento vigoroso no setor de seguros. Entre eles estão a quebra do monopólio dos seguros residenciais, criação de novos produtos, como o novo modelo de seguro rural e o microseguro, além do lançamento de obras estruturantes em todo o País. A estimativa é que, em dez anos, o volume de comercialização dos produtos dobre e venha corresponder a 7% do Produto Interno Bruto (PIB). EventoEsses dados foram apresentados segunda-feira, em Rio Verde, Sudoeste do Estado, durante realização do evento Viver Seguro, promovido pelo Sindicato dos Corretores de Seguro do Estado de Goiás (Sincor-GO). O encontro reuniu cerca de 500 pessoas, tanto do setor quanto populares. O objetivo era esclarecer dúvidas, apontar tendências e mostrar a necessidade econômica e social do produto, além de desmistificar a complexi…

Lições em família

Para o mercado, inserir a educação financeira na grade curricular brasileira é uma forma de inclusão social.Maria Beatriz tem apenas 4 anos. Ela acaba de fazer aniversário. Ganhou dezenas de presentes. Mas ficou faltando a Barbie Vida de Sereia. Como toda criança, pediu com jeitinho, com choro e com aquela insistência típica dos pequenos. Kelly Lubiato e Paulo Viana encerraram o assunto com uma séria conversa. "Dinheiro não nasce em árvore. Vem do trabalho e precisa ser bem usado", diz a mãe, que se prepara para receber a segunda filha, Heloisa, nos próximos dias.A pequena Mabi, como é chamada, tem duas opções: esperar até o dia da criança, data mais próxima para presentes, ou juntar as moedinhas em seu cofrinho. Ansiosa como qualquer outra pessoa que tem um objeto de desejo em mente, Mabi corre para pegar todas as moedas que vê pela frente. E encontra outra regra. "Só pode juntar as moedas de casa, sem pedir para avós, tios ou amigos", ensina o pai.Log…

Mulheres conduzindo para quebrar barreiras

Contrariando a lenda de que não são boas motoristas, as mulheres têm hoje mais benefícios que os homens na hora de fechar contrato de um seguro de automóvel. Isso porque, pelas estatísticas, mostram-se mais cuidadosas e obedientes às leis do trânsito. Segundo dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), em 2008, elas representaram cerca de 29% do total de condutores habilitados, mas apenas 12% do total de motoristas envolvidos em acidentes de trânsito no País.Marcia Regina Laffratta Cardoso, por exemplo, poderia ser daquelas pessoas insuportáveis de tão exibidas. Pois não é qualquer um que carrega a patente de piloto de avião e de helicóptero - ainda mais tratando-se de uma moça de 26 anos. Porém, é uma garota tímida, de voz mansa e total controle das palavras. Entrou para a Academia da Força Aérea (AFA) em 2002, e formou-se quatro anos depois. Seu primeiro voo foi tenso. Estava ansiosa. Afinal, estudei muito para chegar lá. É muita pressão , conta. Lá em cima, d…