Postagens

Mostrando postagens de Setembro 15, 2011

Importância do Corretor de Seguros - comentário Patricia Campos

As duas matérias abaixo possuem vértices importantíssimas de análise por parte dos Segurados.
É necessário a compreensão da diferença entre contratar um Seguro através de um Corretor de Seguros (habilitado pela Susep) e contratar um Seguro diretamente com canais onde não há a presença deste profissional.
A responsabilidade de um Corretor de Seguros vai além de simplesmente apresentar o melhor orçamento.
A responsabilidade do Corretor de Seguros não termina com o fechamento da Proposta e emissão da Apólice.
A responsabilidade do Corretor de Seguros inicia na hora do Orçamento pois cabe ao mesmo oferecer ao Segurado segurança e tranquilidade no atendimento à sua necessidade.
Para tanto, o Corretor de Seguros precisa estar atento às Seguradoras com quem opera, às coberturas que vai apresentar e estar disponível (pessoalmente ou através de uma equipe) sempre que o Segurado necessitar de atendimento, mesmo que seja um evento não coberto ou abaixo da franquia.
Portanto, podemos concluir que fecha…

Vai contratar seguro? Veja dez dicas para não ter problemas

Atualmente, contração de seguro é essencial para trazer um pouco de tranquilidade, sobretudo, em grandes cidades. Entretanto, na hora de contratar um seguro, independentemente do tipo, é preciso tomar alguns cuidados para evitar dores de cabeça no futuro.De acordo com a técnica da Proteste – Associação de Consumidores, Gisele Rodrigues, de forma geral, a falta de atenção ainda é a culpada pela maior parte dos problemas enfrentados por quem contrata uma apólice de seguro.Assim, diz ela, ter atenção ao contratar um seguro é essencial. Veja abaixo outras dez dicas que podem ajudar a evitar problemas.
Dicas

1 – Conte com a ajuda de um corretor, mas certifique-se de que se trata de um profissional com inscrição na Susep (Superintendência de Seguros Privados). Para isso, explica Gisele, basta consultar no site da entidade;2 – Ao receber as cotações de empresas diferentes, avalie se elas possuem o mesmo padrão, ou seja, se as coberturas são semelhantes;3 – Conheça o seu perfil. Segu…

Susep adverte sobre material de divulgação de corretores

Procurada pelo CQCS, a Susep informou, nesta quarta-feira (14), que “não há hipótese” de o corretor de seguros ser dispensado de utilizar a expressão que define sua atividade profissional seja no “nome fantasia” da empresa, em materiais de publicidade, campanhas ou documentos enviados para os clientes.
De acordo com a autarquia, essa obrigatoriedade está expressa na Circular 127, editada pela Susep em abril de 2000, que estabelece uma série de normas, regulamentando a atividade exercida pelo corretor de seguros. “O objetivo dessa exigência é evitar que o público confunda a atividade exercida pelo corretor com os serviços realizados por seguradoras”, explica o órgão fiscalizador.O artigo 8º daquela Circular estabelece que “é obrigatório constar uma das expressões: "Corretora de Seguros" ou "Corretagem de Seguros", mesmo que intercaladas por outra(s) atividade(s), na denominação social e/ou no nome fantasia da corretora de seguros”.Essa circular tem outros…

Por um trânsito melhor: Você já fez sua parte hoje?

Imagem
Mais de 4 pessoas morrem por hora vítimas de acidentes nas ruas e estradas do país.


O trânsito Só muda quando a gente muda.








Vamos fazer nossa parte para que o trânsito seja cada dia mais seguro.
Juntos faremos um trânsito melhor!!!
Att.
Patricia Campos
Telefax: (31) 3463-2838 / Cel: (31) 9675-5477 E-mail: seguros@patriciacamposcorretora.com.br
Site: www.patriciacamposcorretora.com.br
*Seguro Garantia *Seguro de Vida *Plano de Saúde *Responsabilidade Civil *Equipamentos *Automóvel

Novas regras para garantir atendimento ao beneficiário

ANS dá mais prazo a planos de saúde Mais uma oportunidade para que todos tenham tempo suficiente para cumprir as novas A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu dar mais tempo para os operadores de plano de saúde se adaptarem as novas regras que garantem ao beneficiário de planos o atendimento, com previsão de prazos máximos, aos serviços e procedimentos contratado. Além disso, nesta sexta-feira (2), a ANS publicou nova resolução normativa (RN 268) para ajustes da anterior, a RN nº 259, "trazendo maior clareza, eficiência e segurança jurídica ao cumprimento da norma por parte das operadoras de planos de saúde", de acordo com a agência, que também garante que esse adiamento será mais uma oportunidade para que todos tenham tempo suficiente para cumprir com as novas normas. Adaptação às regras A resolução deveria entrar em vigor ainda neste mês, três meses após sua publicação no Diário Oficial, em 20 de junho. No entanto, as operadoras de planos de saúde, que …

Médicos vão paralisar atendimento a planos de saúde a nível nacional

Dando continuidade ao movimento da classe médica, os profissionais da saúde pretendem, no dia 21 de setembro, realizar a Paralisação Nacional dos Planos de Saúde, expandindo as reivindicações em âmbito nacional. Na data em questão, além das operadoras de seguros que já estão sendo boicotadas, serão suspensos os atendimentos eletivos dos seguintes planos: Ameplan, Golden Cross, Green Line, Intermédica, Notre Dame, Blue Life, Dix Amico, Medial, GEAP, Prosaúde e Volkswagen. O objetivo da paralisação continua sendo o mesmo das ações anteriores, ou seja, denunciar à sociedade sobre as baixas remunerações praticadas pelos planos aos médicos e buscar por melhores honorários. Plano de cargos, carreiras e salários Em outubro já estão previstas mais ações. Na última terça-feira (12), em assembléia realizada no Simesp (Sindicato dos Médicos de São Paulo), a categoria decidiu realizar um dia de paralisação de advertência no próximo mês. A data estipulada foi 18 de outubro, mas ainda poderá correr …

Planos de saúde: brasileiro faz 7 consultas médicas por ano

A Comissão de Defesa do Consumidor discutiu nesta terça-feira (13), em audiência pública realizada na Câmara dos Deputados, a qualidade do atendimento aos usuários de planos de saúde. Durante a discussão, o representante da OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), José Abel, informou que, em média, o brasileiro realiza sete consultas médicas por ano. Segundo Abel, hoje são 56 milhões de usuários de planos de saúde, e as empresas não repassam todo o custo para os consumidores. “Se as companhias aéreas têm que trabalhar com risco zero, nós mais ainda! Porém, isso não é factível”, admite. De acordo com o representante da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), Eduardo Marcelo, o número de cidadãos conveniados subiu de 33,5 milhões em 2000 para 60,1 milhões em 2010, o que gerou também o crescimento do número de reclamações registradas na agência. Só no primeiro bimestre de 2011, foram 28.318 queixas. O representante aproveitou a ocasião para afirmar que os problemas …