Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2011

Feliz e Abençoado 2012!

Imagem
2011 está acabando...Choramos, sorrimos, amamos, sofremos, mas, acima de tudo, não perdemos a fé e a esperança.O ano de 2011 pode ter nos trazido dificuldades, saudades, distâncias, perdas, mas Deus, em sua infinita bondade, nos fortaleceu para que vencêssemos todas as etapas. Ele, com certeza, nos deu mais vitórias e alegrias que derrotas e tristezas.Hoje é um dia de reflexões, um dia de agradecimentos, um dia de esperança, um dia de reavivar nossa fé.Reflexões: Pensar em todas as coisas que nos aconteceram neste ano que se finda. Tirar das coisas ruins o que foi bom para nos fortalecer, para nos aproximar mais de Deus, das outras pessoas e, porque não dizer, de nós mesmos. Tirar das coisas boas o que pode ser melhorado ou aprimorado. Nem tudo foram flores mas, com certeza, não foram só espinhos... Agradecimentos: Hoje em dia nos esquecemos de um gesto tão simples e tão importante. Vivemos como se todos não fizessem mais que a obrigação. Que consigamos sermos mais humildes conosco e …
Imagem

Agradecimentos

Em novembro de 2011 enviamos a Newsletter - Ação Social informando que a Comunidade São Rafael, pertencente à Paróquia N. Sra do Rosário de Pompéia, recebeu 331 cartinhas de crianças, adolescentes e jovens, de 0 a 20 anos, com pedido de natal.

Através da ajuda de alguns leitores desta Newsletter, dos moradores da Paróquia, de amigos e parceiros da Coordenação da Comunidade, do site da Paróquia (www.paroquiadapompeia.org.br/cartas), dos Movimentos e Pastorais conseguimos padrinhos para todas as cartinhas recebidas além de presentes avulsos que distribuimos para crianças que não escreveram cartinhas.

Estamos no processo de recebimento dos presentes para podermos distribuir no dia 24 de dezembro após a Missa de Natal que ocorrerá na Capela N. Sra dos Anjos às 17:00.

Agradecemos a todos que contribuiram e pedimos a Deus que continue derramando bençãos e graças na vida, na família e nos projetos de cada um.

Paz e bem!

Patricia Campos

Telefax: (31) 3463-2838 / Cel: (31) 9675-5477
E-mail: seguros@p…

Porto Seguro Residência cobre casas, apartamentos e imóveis de veraneio

Porto Seguro oferece produto com diferenciais adaptados às necessidades dos clientes que procuram proteger seu patrimônio.

Com o objetivo de oferecer garantias que melhor atendam às necessidades de clientes preocupados em evitar prejuízos com seus principais bens, a Porto Seguro (www.patriciacamposcorretora.com.br) oferece o Porto Seguro Residência, um seguro residencial com coberturas abrangentes, serviços de assistência específicos para cada tipo de imóvel e com diferenciais de garantias que superam as expectativas dos segurados.

“Desenvolvemos um seguro que se adéqua às necessidades de proteção de casas, apartamentos e imóveis de veraneio, conforme suas características próprias”, explica Edson Frizzarim, Diretor de Ramos Elementares da Porto Seguro. “Os serviços e benefícios oferecidos junto com as coberturas da apólice também seguem o mesmo princípio”, completa.

O Porto Seguro Residência dispõe de uma ampla gama de serviços e reparos emergenciais, distribuídos em pacotes que o segura…

Como saber o que está coberto pelo plano de saúde

Usuários de planos de saúde poderão verificar se determinado procedimento é coberto ou não pelo plano.

A consulta será possível porque a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) acaba de incluir em sua página eletrônica uma nova forma de pesquisa à cobertura mínima obrigatória, estabelecida no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde.

Para utilizar o serviço, o usuário deve acessar a página da Agência (www.ans.gov.br), ir em planos de saúde e operadoras, espaço do consumidor, verificar cobertura*.

Acessando a página, após informar o tipo de cobertura do plano, o interessado poderá buscar o procedimento que deseja e saber se ele faz parte da cobertura. Para facilitar a pesquisa, o buscador inclui a correspondência com a TUSS (Terminologia Unificada da Saúde Suplementar) e sinônimos de diversos procedimentos em linguagem leiga.[7]

Dada a dimensão territorial e diversidade cultural do país, a ANS informa que o consumidor também pode contribuir com os sinônimos de procedimentos em saúde, em…

Produto especial para saúde pode ser aprovado em 2012

Uma das opções da indústria de seguros para ajudar as pessoas a enfrentar as despesas com saúde na velhice é o PrevSaúde, que está há alguns anos na agenda de debates entre os executivos de previdência e o governo. O assunto já foi discutido exaustivamente entre as empresas privadas e técnicos da Superintendência de Seguros Privados (Susep) e da Agência Nacional de Saúde (ANS).

Segundo Marco Antonio Rossi, presidente da Federação Nacional das Empresas de Previdência Privada Aberta e Vida (Fenaprevi), há grande expectativa de o produto ser aprovado em 2012. "Saúde é um problema de todos: do governo, das empresas, dos indivíduos, do setor. Por isso, toda a sociedade deve empenhar-se para encontrar soluções."

Trata-se de um produto nos moldes do plano de previdência aberta, como Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL), criado para acumulação de recursos destinados a projetos de longo prazo. A proposta do PrevSaúde é criar um fundo de acumulação de recursos que possibilite uma rese…

Como será a vida de uma pessoa daqui a 40 anos?

Disponível no site Sustentabilidade Allianz, animação permite que os internautas entendam os impactos do crescimento populacional em diversas partes do mundo e em diferentes épocas

O mundo acaba de atingir a marca de mais de 7 bilhões de pessoas. Em que condições uma criança que nasce hoje irá crescer? Ela teria acesso a itens como água potável e alimentos? Qual seria sua expectativa de vida, pensando na realidade de diversos países do mundo, como a Alemanha, Brasil, China, EUA, Japão, Nigéria e Índia? Imagine a possibilidade de percorrer virtualmente vários continentes, deparar-se com realidades totalmente distintas e entender um pouco os impactos do crescimento populacional. Essa é a proposta da animação “O mundo de 7 bilhões: como será a vida da sétima bilionésima pessoa?” da Allianz Seguros, disponível no site “Sustentabilidade Allianz” (www.sustentabilidade.allianz.com.br).

Ao navegar pelo Brasil, por exemplo, o internauta tem acesso a uma série de informações. A população brasilei…

Reflita

OLHA no teu jardim as rosas entreabertas, e nunca as pétalas caídas.

OBSERVA em teu caminho a distância vencida e nunca o que falta ainda.

GUARDA do teu olhar os brilhos de alegria e nunca as névoas de tristezas;

RETÉM da tua voz risadas e canções e nunca os teus gemidos.

CONSERVA em teus ouvidos as palavras de amor e nunca as de ódio.

GRAVA em tua pupila o nascer das auroras e nunca os teus poentes.

CONSERVA no teu rosto as linhas do sorriso e nunca os sulcos do teu pranto.

RELEMBRA os dias em que foi água limpa, esquece as horas em que foi brejo

CONTA e mostra as medalhas das tuas vitórias, esquece as cicatrizes das derrotas

OLHA de frente o sol que existe em tua vida, esquece a sombra que fica atrás.

Enfim, Seja OTIMISTA.

Neste natal, Doe o verdadeiro amor de presente para as pessoas que estão ao seu redor ou que estejam precisando de Luz.

Paz e bem!

Patricia Campos

Telefax: (31) 3463-2838 / Cel: (31) 9675-5477
E-mail: seguros@patriciacamposcorretora.com.br
Site: www.patriciacamposcorretora.com.br

Celular da Porto Seguro estreia até junho de 2012

Serviço de telefonia móvel da seguradora tinha previsão de chegar ao mercado para o Natal, mas houve atraso na obtenção de licença


A Porto Seguro só conseguirá entrar no mercado de telefonia celular perto de junho 2012. A seguradora, que chegou informar que esperava lançar sua operadora virtual a tempo do Natal, reviu o cronograma, pois o processo para desenvolver o novo negócio foi superior ao previsto inicialmente. "Tivemos atraso para a liberação da nossa licença de operação, o que é até natural, porque o tema operadora móvel virtual é novo para todo mundo", diz Italo Flammia, diretor de tecnologia da Porto Seguro.

De acordo com o executivo, a autorização final da Agência Nacional de Telecomunicações foi publicada em novembro no Diário Oficial, quando a empresa deu início a contatos com outras operadoras para interconectar sua rede a outras. "Agora estamos nessa etapa, para conectar nossos circuitos aos das outras operadoras, para que nossos celulares falem com os das …

Ato ilícito exclui pagamento de seguro a segurado

“O segurado perderá o direito à garantia se agravar intencionalmente o risco objeto do contrato.” Ao aplicar o artigo 768 do Código Civil, a 33ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo negou provimento a apelação proposta contra a Itaú Seguros, que não precisará pagar seguro de vida a um homem. Ao agredir policiais, ele foi baleado e ficou paraplégico.

O segurado estava em um quarto de motel e fazia uso de crack quando os policiais invadiram o local. Tentou se apoderar da arma de um deles, o que acabou por ocasionar uma luta corporal, na qual foi atingido.

No entendimento da turma julgadora, o segurado não observou cláusula excludente do contrato ao praticar ato ilícito diretamente ligado ao seu acidente, e, consequentemente, agravar o risco. “Restou devidamente comprovado o nexo de causalidade entre o sinistro e a prática de atos delituosos, demonstrando que houve conduta intencional do segurado para a agravação do risco. Destarte, havendo prova do nexo causal ent…

Mais da metade dos motoristas continuariam a usar o cinto mesmo sem lei

Pesquisa mostra que 95% dos motoristas afirmam usar o cinto de segurança e 59% dizem que já faziam tal uso antes da lei, sendo que continuariam a usá-lo mesmo que a medida fosse revogada, o que reflete a conscientização de grande parte dos brasileiros.

O uso do cinto de segurança tornou-se obrigatório em 1998 e mudou o comportamento de 26% dos motoristas que passaram a usar o dispositivo de segurança depois que a lei entrou em vigor, revelam dados de estudo realizado pela GFK- empresa de pesquisa de mercado.

Apenas 3% dos usuários, que passaram a usar o cinto após a lei, dizem que deixariam de usar se ela fosse revogada.

Conscientização

Para o diretor de marketing da GFK, Mario Mattos, esse dado mostra que o processo de conscientização da população para aderir a um comportamento que gere benefícios para a sociedade deve ser feito por meio de ações e campanhas educativas , mas que, em algumas situações, essas campanhas podem ser combinadas com ações coercitivas.

“Se o benefício for claro e …

Seguros piratas representam riscos de R$ 3 bi a proprietários de veículos

Clandestinidade avança e já engloba hoje cerca de 500 mil carros, ônibus e motos

O crescimento do mercado brasileiro de seguros tem despertado o apetite não apenas das empresas regularizadas para operar nesse setor. Paralelamente à curva de ascensão dos negócios legais, cresce a todo vapor no país um comércio de seguros piratas, principalmente no segmento de veículos, que pode causar prejuízos bilionários aos consumidores, segundo os especialistas. Fomentadas por cooperativas e associações das mais variadas espécies que atuam irregularmente no setor, essas operações já atingem em torno de 500 mil veículos, um mercado estimado em cerca de R$ 3 bilhões, calcula Luiz Pomarole, integrante da Comissão de Automóveis da Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg) e também vice-presidente de produtos da Porto Seguro.

"Pode-se dizer que esse mercado de seguro pirata poderá causar um prejuízo de R$ 3 bilhões à população, se esses compromissos não forem honrados", diz. O executivo obse…

Lei que proíbe fumo em local fechado valerá em todo País

A presidente, Dilma Rousseff, sancionou a lei que proíbe o fumo em local fechado em todo o Brasil. A medida foi publicada, nesta quinta-feira (15), no DOU (Diário Oficial da União). Antes de entrar em vigor, a lei precisa ser regulamenta pelo Poder Executivo, ainda não há data prevista para isso.

Pela legislação, é proibido o uso de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos ou qualquer outro produto fumígeno, derivado ou não do tabaco, em recinto coletivo fechado, privado ou público.

A matéria considerada local fechado ou recinto coletivo locais de acesso público destinado a permanente utilização simultânea por várias pessoas.

Restrição da propaganda

A medida também prevê medidas mais severas para a propaganda do cigarro. Pela legislação, a propaganda comercial de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos ou qualquer outro produto fumígeno, derivado ou não do tabaco será proibida, com exceção apenas da exposição dos referidos produtos nos locais de vendas.

Além disso, as embalagens de ci…