Postagens

Mostrando postagens de Julho 16, 2013

Seguro-garantia não é título executivo extrajudicial

Imagem
Apenas o seguro de vida constitui título executivo, o que afasta a execução imediata de seguro-garantia. Com esse fundamento o Tribunal Regional Federal da 2ª Região julgou procedente Apelação apresentada por uma empresa de seguros contra a execução de título de seguro-garantia frente à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).


A decisão é da 5ª Turma Especializada do TRF-2. "Conforme se verifica do inciso III do artigo 585 do CPC, apenas o seguro de vida tem natureza de título executivo extrajudicial", disse o desembargador Aluisio Mendes.
Para a Conab, como o seguro-garantia está previsto na Lei de Licitações — a Lei 8.666/1993 —, ela argumentou que ele teria natureza de título executivo extrajudicial.
O relator rechaçou a argumentação, afirmando que a controvérsia já tinha sido debatida em Recurso Especial no Superior Tribunal de Justiça (REsp 476.450/RJ). Nesse julgado, ficou assentado que “a enumeração de títulos contida no artigo 585 é taxativa e exaustiva, não podend…

Seguro Fiança Locatícia: É Direito do Locatário escolher seu Corretor de Seguros

Imagem
O Seguro de Fiança Locatícia veio para suprir as dificuldades dos Locatários em apresentarem fiadores para os Contratos de Locação.
Começou meio tímido e hoje é aceito na maioria das imobiliárias.


Entretanto, o que estamos vendo no mercado, é que as imobiliárias, de um modo em geral, fecharam acordos de parcerias com algumas Corretoras de Seguros para viabilizarem a oferta do Seguro Fiança Locatícia.
Não haveria nada de errado neste processo se os Locatários, de posse da informação de que podem apresentar Apólice de Seguro Fiança Locatícia pudesse faze-lo a partir de um Corretor de Seguros de sua confiança.
Entretanto, as imobiliárias estão retirando a liberdade de escolha do Locatário praticando a Venda Casada pois estão exigindo, para que o processo de locação seja concluído que o Seguro seja realizado através da corretora a qual possuem a parceria.
Os Locatários estão ficando acuados pois precisam locar o imóvel e, portanto, ficam subordinados a imposição da imobiliária.
O que ocorre, na…

7 questões para esclarecer ao comprar um seguro

Imagem
Veja os itens que um empreendedor deve ter claros antes de comprar um seguro para sua empresaDaniela Toviansky Alexandre Eckmann,da Colt: "Revejo os contratos anualmente antes de renová-los" São Paulo - O dono de uma pequena ou média empresa que precisa comprar ou renovar seguros costuma deparar com uma série de dúvidas. Como proteger ao máximo o negócio sem estourar o orçamento? É melhor negociar seguros específicos para o setor de atuação? Antes de assinar o contrato, quais cláusulas merecem atenção redobrada? Exame PME consultou especialistas para elucidar esses e outros pontos básicos — Manes Er­lichman (sócio da corretora de seguros online Minuto Seguros), Luiz Paladino (diretor de seguros patrimoniais da seguradora Liberty) e Márcio Iavelberg (sócio da consultoria Blue Numbers, especializada em finanças).
"Um bom corretor ajuda a avaliar os riscos do negócio e a escolher a seguradora que faz a proposta mais adequada", diz Paladino. "Mas …

Seguro pessoal cresce 22% em abril e auxílio funeral é destaque

Dados da FenaPrevi mostram que o mercado de seguros de pessoas arrecadou R$ 2 bilhões em abril; seguro de vida ainda é a modalidade com maior valor em prêmios
SÃO PAULO - O mercado de seguros de pessoas arrecadou R$ 2 bilhões de prêmios em abril, montante 22% superior ao registrado em igual intervalo do ano passado, conforme dados da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), obtidos pelo Broadcast
Embora tenha uma participação pequena na indústria, o auxílio funeral foi o produto de maior crescimento no período, de 115,71%, totalizando R$ 26,8 milhões em arrecadação. Este tipo de proteção cobre despesas com o sepultamento, em caso de falecimento do segurado.
O destaque em termos de volume continuou sendo, segundo a FenaPrevi, o seguro de vida com R$ 871 milhões em prêmios no mês em abril. A cifra é 22,57% maior que a registrada um ano antes, de R$ 710 milhões. Em seguida, veio o seguro prestamista, que garante o pagamento de parcelas de qualquer tipo de financiame…

Perguntaram para Deus...

Imagem
O que mais te intriga nos seus humanos?

Deus respondeu:
Eles fartam-se de ser criança e tem pressa de crescer, depois suspiram por voltar a ser criança.
Pensam tão ansiosos no futuro que descuidam do presente e assim, não vivem o presente e nem o futuro...
Vivem como se fossem morrer e morrem como se não tivessem vivido...
Reflita sobre isso, pois você ainda tem tempo para acertar sua vida, todos os dias quando você acordar receba o mais belo de todos os presentes...

A dádiva da vida... Faça com que realmente valha a pena.


Abraço fraterno.
Patricia Campos
Tel: (31) 3463-2838 / 9675-5477 E-mail: seguros@patriciacamposcorretora.com.br
Site: www.patriciacamposcorretora.com.br Blog: www.patriciacamposcorretora.blogspot.com

Comitiva de Angola conhece instituições brasileiras de seguro

Grupo esteve no Brasil entre 7 e 11 de julho
Uma comitiva do governo de Angola esteve no Rio de Janeiro, entre 7 e 11 de julho, com o intuito de conhecer o processo de funcionamento das instituições brasileiras ligadas ao mercado segurador.
A primeira reunião oficial ocorreu no dia 8, na SUSEP, contando com a participação de representantes da Superintendência e da Seguradora Líder DPVAT, quando foram apresentados detalhes do Seguro DPVAT relacionados à estruturação, taxação, monitoramento à distância, estrutura eletrônica de informações recebidas pela SUSEP, além da metodologia de fiscalização contínua exercida sobre as operações do DPVAT.
No dia 9, nova reunião do grupo angolano com representantes da SUSEP e Seguradora Líder DPVAT ocorreu nas dependências da empresa processadora de dados da Seguradora Líder DPVAT, a MegaData, quando foram apresentadas as tecnologias utilizadas no processamento dos dados do Seguro DPVAT, bem como detalhes sobre a operação do Seguro DPVAT em r…

A importância da assistência para viagem no turismo

Para quem pretende ir para o exterior, além de programar a viagem e comprar pacotes com agentes e operadoras idôneas, é fundamental ter cuidado com algo muito simples: a contratação do serviço de assistência. Trata-se de um serviço obrigatório para alguns países e que inclui assistência médica, farmacêutica, remoção inter-hospitalar, assistência jurídica, entre outros. A assistência deve ser adquirida no Brasil e varia de acordo com os itens inclusos. “É possível, por exemplo, ter assistência em caso de perda e roubo de bagagem ou mesmo perda de conexão por atraso de voo. Por isso, é importante que o passageiro reconheça a importância do produto e se informe com seus agentes de viagem ou então com seus cartões de crédito no momento da compra”, explica Fernanda Cortese, diretora-executiva da Inter Partner Assistance, empresa do Grupo AXA, pioneira em serviços de assistência 24 horas e referência em assistência a pessoas, auxilia na estadia do turista, proporcionando ainda mais confort…

Cuidados com o carro influenciam no valor do seguro

Além do modelo e ano do veículo, o perfil dos motoristas e a cidade onde o carro circula, vários outros fatores influenciam no valor do seguro dos automóveis. Algumas atitudes do proprietário e cuidados com a manutenção podem resultar em desconto na hora de contratar ou renovar a apólice.
Se o motorista não acionar o seguro para rebocar seu carro, por exemplo, pode ter desconto na renovação, explica Marcelo Sebastião, diretor da Auto da Porto Seguro. Veja fatores que influenciam no preço do seguro:
1 – Garagem – As seguradoras perguntam se seu carro fica na rua ou em garagem durante o dia e à noite. Quando mais seguro for o local de estadia do automóvel, maior o desconta. Até se a garagem é sua ou terceirizada influencia.
2 – Alarme – Acessório quase obrigatório nos carros mais modernos, o alarme ainda é um grande fator influente no preço do seguro.
3 – Rastreadores – Também é um item que influencia no preço do seguro. Carros com esse equipamento ganham desconto. Pode ser instalado por f…

Susep e Sincor-RS lembram que proteção veicular não é seguro

Em nota entitulada “‘Proteção veicular’ não é um produto seguro” tanto a Superintendência de Seguros Privados (Susep) como o Sindicato dos Corretores de Seguro do Rio Grande do Sul (Sincor-RS) lembram que o serviço vendido como “proteção veicular” não caracteriza seguro. De acordo com o comunicado, “há uma ameaça aos consumidores de seguros no Brasil, chamada ‘proteção veicular’ e que se faz passar por um produto sério como o seguro.”
O superintendente da Susep, Luciano Portal Santanna, define bem este tipo de produto: “são os camelôs do segmento. Não oferecem produtos adequados, afetam o mercado, pois representam uma concorrência desleal, na medida em que têm custos mais baixos, justamente por não atender a essas normas que garantem, por exemplo, provisões técnicas. A proteção veicular não passa de um seguro pirata e que tem grande penetração no segmento de seguro para caminhões, por meio de cooperativas e associações de motoristas.”
Já para o vice-presidente do Sincor-RS, Sérgio Petzh…