Postagens

Mostrando postagens de Outubro 17, 2012

XV CONEC

Imagem
Aconteceu, de 11 a 14 de outubro, o XV CONEC, Congresso de Corretores de Seguros de São Paulo, que vem se destacando como o maior Congresso Brasileiro no mercado de Seguros.
Consciente da importância de participar deste evento, pela 4ª edição consecutiva, faço parte da Delegação de Minas que participa em busca de conhecimento e relacionamento profissional.



Para se ter uma ideia da grandiosidade deste evento, por dia são disponibilizadas 12 palestras entre motivacionais e técnicas.


Também temos a oportunidade de ouvirmos debates entre Seguradoras e Corretores dos problemas atuais de riscos sem aceitação no mercado em busca de caminhos e soluções para atender aos riscos não cobertos.


O encerramento, na minha opinião, ocorreu com chave de ouro. 
Houve a apresentação da peça teatral do livro "O Monge e o Executivo". Uma das melhores apresentações que já assisti. Aconselho a todos que puderem assistir esta peça, principalmente quem é ou almeja ser um Líder de sucesso.
Ao invés de uma m…

Seguro DPVAT poderá ser solicitado pelos Correios

Desde quarta-feira, dia 17 de outubro, as vítimas de acidentes de trânsito de Minas Gerais poderão solicitar, gratuitamente, o Seguro DPVAT nas agências dos Correios no Estado.

O DPVAT é um Seguro que pode ser acionado por vítimas de acidentes de trânsito resultantes em invalidez permanente, morte e para reembolso de despesas médicas e hospitalares.

Toda pessoa que sofrer um acidente em território nacional, seja pedestre, motorista ou passageiro, tem direito ao Seguro, basta procurar uma Seguradora conveniada ou, a partir de agora, uma agência própria dos Correios em um dos Estados em que a parceria está vigente.

Nesta quarta-feira, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Pará e Goiás também recebem o projeto, que já está implantado nos Correios do Ceará, Maranhão, Paraíba, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte, Mato Grosso e Piauí.

Com a ampliação da rede de atendimento, o Estado de Minas Gerais ganhará 931 novos pontos oficiais para entrada do Seguro DPVAT.

Para dar entrada no pe…

Custo de apólice só poderá ser cobrado no seguro Dpvat

Agora é oficial. A edição desta segunda-feira (08) do Diário Oficial da União publica a Resolução 264/12, aprovada pela Susep ad referendum do CNSP, que proíbe a cobrança do custo de emissão de apólice, fatura e endosso apartado do prêmio em contratos de seguros, a partir do dia 1º de janeiro de 2013.
Essa vedação não se aplica ao disposto na Resolução 192/2010 do CNSP, segundo a qual, no caso do seguro Dpvat, “adicionalmente ao prêmio tarifário do seguro, será cobrado o valor de R$ 4,15 a título de custo da emissão e da cobrança da apólice ou do bilhete”.
Segundo a Susep, essa medida, que ainda será referendada pelo CNSP, beneficiará diretamente os consumidores, pois deve gerar diminuição dos preços cobrados pelas seguradoras, estando em harmonia com a política econômica implantada pelo Governo Federal.
Ainda de acordo com a autarquia, análise feita por um grupo de trabalho apontou não haver justificativa para a manutenção da taxa fora do prêmio. O total do valor arrecadado,…

O Bem

Imagem
O Bem permanece para sempre. 
O Mal não se conta. Desaparece. 
O Bem é eterno. 
Abre as oportunidades da vida.
Traz a alegria e a felicidade. 
Dê valor ao Bem. 
Não deixe passar as oportunidades de fazê-lo. 
Ele dará créditos em seu favor. 
Todo Bem feito a outrem volta a você, Multiplicado. 
O Interesse anula o Bem. 
Faça-o desinteressadamente. 
No momento certo.
Com humildade.
O Bem se mede pela intensidade de AMOR.
Com que é praticado.



Abraço fraterno.
Patricia Campos
Telefax: (31) 3463-2838 / Cel: (31) 9675-5477 E-mail: seguros@patriciacamposcorretora.com.br Site: www.patriciacamposcorretora.com.br

ANS suspende a comercialização de 301 planos de 38 operadoras de saúde

Desde 05/10/2012, 38 operadoras de planos de saúde ficarão proibidas de comercializar 301 planos pelos próximos três meses. Entre estes, 221 planos de 29 operadoras permanecem com a comercialização suspensa desde julho/2012. Oitenta novos planos e nove operadoras vêm somar-se a eles. A suspensão dos 301 planos se deu com base na avaliação feita no período entre 19/06/12 a 18/09/12.
Estas operadoras encaixaram-se nos critérios estabelecidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para a suspensão dos produtos, já que foram reincidentes no não cumprimento da Resolução Normativa nº 259, que determina prazos máximos de atendimento para consultas, exames e cirurgias.
Neste último trimestre, entre 19/06/2012 e 18/09/2012, foram feitas 10.144 reclamações pelos beneficiários de planos de saúde referentes ao não cumprimento dos prazos máximos estabelecidos. Das 1.006 operadoras médico-hospitalares existentes, 241 receberam pelo menos uma queixa. Destas, 38 se encaixam na mai…

Planos de saúde com comercialização suspensa para novos beneficiários

Imagem
Atenção: Não contrate os planos de saúde listados abaixo. Se receber oferta para adquirir um desses planos, denuncie à ANS.
 Novos planos com comercialização suspensa.
 Planos que permanecem com a comercialização suspensa.
Operadora e nº de registro na ANS Planos de saúde com comercialização suspensa
Nº de registro na ANS e nome do plano de saúdeADMEDICO ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS A EMPRESA LTDA - 384003 413491995 - ADMEDICO I A H ENF
413492993 - ADMEDICO I A H O ENF
413495998 - ADMEDICO I A H APT
413500998 - EMP MENS AMB HOSP ENF
413504991 - EMP MENS AMB HOSP APTO
459845098 - I A H COPART ENFAMESC - ASSOCIAÇÃO MÉDICA ESPÍRITA CRISTÃ - 401081458315089 - PLANO COLETIVO POR ADESAO TOP PLUS
459704094 - TOP PLUS
459705092 - CLASSIC COM OBSTETRICIA
459706091 - CLASSIC SEM OBSTETRICIA
461025093 - PLANO COLETIVO EMPRESARIAL CLASSICASL-ASSISTÊNCIA A SAÚDE - 411264432702001 - AMIL REFERÊNCIA PF (PESSOA FÍSICA)
432703009 - MEDICUS 122 (PESSOA FÍSICA)
441040038 - SAÚDE 5 QC-12
432705005 - MÉ…

Justiça acata denúncia do Sincor-ES e fecha 19 entidades de seguro pirata

Foi divulgado ontem no informativo online do Sincor-ES, o fechamento de 19 das 30 associações que comercializam seguro pirata e estão sob investigação no Espírito Santo, após denúncia do sindicato junto ao Ministério Público Estadual. Segundo o jornal A Tribuna, a decisão de combate ao mercado marginal foi tomada pela 10ª Vara Cível de Vitória, na última quarta-feira 03 de outubro.
Segundo o juiz responsável pela ação, Marcelo Pimentel, as associações oferecem grande risco, visto que as operações não são regulamentadas pela Susep. Ele explica que os representantes dessas empresas vendem o pseudo seguro, afirmando que a pessoa deverá pagar uma taxa de adesão e executar o pagamento das mensalidades, que variam entre R$ 80 e R$ 125 e R$ 30 para motos.
No entanto, não ficam esclarecidos os gastos com o rateio, por exemplo. “É aí que a surpresa surge e os associados ficam na mão, já que a associação não tem como arcar com o que está previsto no contrato”, frisa o jurista.
Ainda n…