Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Seguro de vida: quanto você precisa ter de cobertura?

Seguro de vida é um daqueles produtos que contratamos com a intenção de nunca ter que usar. Mas, se você possui alguém que é financeiramente dependente de você, então você deve avaliar a possibilidade de contratar um seguro de vida.
Afinal, este é o objetivo do seguro de vida: garantir a segurança financeira dos seus dependentes por um determinado período de tempo caso você esteja impossibilitado de fazê-lo. Uma vez que esteja convencido de que você precisa contratar este tipo de seguro, é hora de se perguntar que tipo de cobertura você precisa ter, ou seja, de quanto deve ser a indenização para que seus dependentes tenham a tranqüilidade financeira necessária para retomar as suas vidas.
Qual é o seu estilo de vida?
Sua primeira providência deve ser entender qual é o seu estilo de vida, pois é através dele que você poderá determinar o valor do seu seguro de vida. Se você é assalariado e ainda não acumulou o suficiente para que a sua família possa viver de renda, a cobertura d…

Resseguro em um novo cenário

Nesse sentido, especialistas acreditam que a quebra do monopólio estatal do setor, ocorrida há dois anos, garantirá o dinamismo que a área exige. Os ramos de seguro que mais vão registrar aumento de demanda por resseguro, na visão de especialistas e integrantes do mercado, serão o de garantia, para compromissos contratuais, e o de risco de engenharia, que cobre a realização de obras. Especialistas e executivos garantem que há capacidade no mercado brasileiro para grandes riscos, diferentemente do que sugerem o governo federal e as construtoras.
"O momento do mercado brasileiro é muito bom. Os investimentos estão garantidos, o que dá bastante margem para os setores do seguro e do resseguro que lidam com grandes riscos crescerem. Além disso, o mercado está apto para segurar os grandes projetos", afirma o presidente da Associação Brasileira das Empresas de Resseguro (Aber), Paulo Pereira.
Pelos cálculos da Aber, o faturamento do setor para 2010 ficará em linha com o …

Minuta cria cobertura para verba rescisória no seguro garantia

A minuta de circular da Susep que estabelece novas regras para o seguro garantia engloba mais um tipo de cobertura, correspondente a verbas rescisórias caso o tomador não comprove quitação de obrigações trabalhistas, quando da contratação de serviço continuado com dedicação exclusiva de mão de obra. O objetivo é oferecer uma garantia que atenda aos interesses da Administração Pública, de forma padronizada. Dessa forma, os técnicos da Susep entendem que o risco será efetivamente pulverizado pelas seguradoras que tenham interesse em oferecer o seguro, tornando seu custo mais adequado.
Outra mudança sugerida é relacionada ao prazo prescricional. A norma pretende deixar mais claro que é desnecessária a contratação de “prazo adicional de três meses” para que o segurado apresente reclamação referente a sinistros amparadospela apólice de seguro. Isso porque esse período está abrangido pelo prazo prescricional.
A terceira novidade é a que esclarece que estão garantidos, nas apólices…

Seguro avança e abre caminho para forte expansão

O setor está sendo impulsionado pelo crescimento da economia.
Os números mostram que os brasileiros estão procurando mais por seguros, dos tipos mais diversos. Há uma busca por poupança e o seguro é um bom instrumento para este cuidado", diz o presidente da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNSeg), Jorge Hilário Gouvêa Vieira.O setor, na verdade, já mostra muito vigor. No primeiro semestre deste ano, as vendas de seguros somaram R$ 40,9 bilhões, aumento de 16,7% em relação a igual período de 2009, segundo números da Superintendência de Seguros Privados (Susep). Esses números não englobam, contudo, o seguro saúde, que está sob a jurisdição da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Segundo o superintendente da Susep, Paulo dos Santos, boa parte desse crescimento pode ser atribuída ao aumento do poder de compra de milhões de brasileiros. "Essas pessoas estão adquirindo bens e pro…

O que olhar antes de escolher o fundo mais adequado ao seu perfil?

Essa pesquisa não consiste apenas em definir em qual categoria de fundo (renda fixa, ações, multimercados, etc) você irá investir
Imaginemos a seguinte situação: você começou a ter muito interesse sobre investimentos de uns tempos pra cá e, após ler alguns best-sellers sobre o assunto e acompanhar mais de perto a dinâmica dos mercados, decidiu que irá direcionar parte de suas economias para as mãos de um gestor de um fundo de investimento.

Decidir que se pretende aplicar em um fundo é apenas o ponto de partida para, a partir daí, pesquisar e enfim escolher aquele que melhor se adequa ao seu perfil de investidor e ao seu objetivo. Entre a tomada de decisão e a aplicação de fato, há um caminho a ser percorrido.

Essa pesquisa não consiste apenas em definir em qual categoria de fundo (renda fixa, ações, multimercados, etc) você irá investir. Muitos outros fatores fazem de cada fundo um produto único e devem também ser levados em consideração, tais como a taxa de administração, t…

Bom momento para a previdência privada

Setor já acumula R$ 200 bilhões
O total de recursos acumulados pelos participantes do sistema de previdência aberta complementar alcançou os R$ 200 bilhões, sendo o produto Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) o carro-chefe do setor, responsável por 75% da arrecadação de recursos para os fundos de previdência nos últimos meses. Os 25% restantes ficam por conta do Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL). No primeiro semestre, o VGBL acumulou R$ 15,61 bilhões, mais 21,66% sobre o mesmo período de 2009. Já o PGBL arrecadou R$ 2,56 bilhões, alta de 14,52% frente aos seis primeiros meses do ano passado.
A expectativa para 2010 é que os dois produtos aumentem a arrecadação de recursos em 20%. O cenário otimista permite arriscar o mesmo percentual de crescimento para 2011, segundo projeções da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi).
Os planos individuais-contratados pelas pessoas por meio de corretores ou em agências bancárias - são os responsáveis pelo maior…

NÃO DESISTA

Quando tudo não der mais certo e você já tentou todas as alternativas, não te desespere. Deus proverá uma solução. Ele é um Deus Fiel e te guardará de todo mal! Momentos ruins não são eternos!São como tempestades, só duram por algum momento! Olhe para trás e veja quantas coisas piores você já passou e superou! Algumas vezes as tribulações acontecem em nossa vida para nos amadurecer.Portanto ANIME-SE. Quando estiveres triste, olhe para o céu e veja o quão grande é! Se Deus foi capaz de criar o céu, imagine se não é capaz de resolver seus problemas... que são tão pequenos perto de tão grandiosa obra que é o céu... Seus problemas não são maiores do que DEUS! Faça como os triatletas nas Olimpíadas, mesmo não conseguindo chegar em primeiro lugar, lutam para chegar até o fim! Portanto não desista dos seus ideais! Lute até o fim, não desista no meio do caminho, diga: EU VOU VENCER! Se estiveres triste, chore! Alivia a alma! Jamais deixe que a tristeza tome conta de você! Jesus fala:"…