Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 9, 2010

Seguro de Risco Político

Seguro para avançar no exterior
Internacionalização de empresas brasileiras abre filão de cobertura de risco político
A internacionalização das empresas brasileiras está abrindo espaço para um novo filão no mercado de seguros: a cobertura de risco político para investimentos no exterior. Conhecido das multinacionais americanas e europeias, esse tipo de seguro, associado a consultoria e programas de mitigação de riscos dos investimentos em outros países, embora incipiente, está no radar de corretoras e seguradoras instaladas no Brasil.
O seguro de risco político indeniza os segurados em caso de perdas por confiscos, desapropriações, guerras e violência política, inconversibilidade da moeda, desinvestimento forçado e descumprimento de contrato por governos. São eventos geralmente associados a países pobres ou em desenvolvimento.
No entanto, o economista e cientista político alemão Keith Martin alerta para riscos também nos países desenvolvidos, os quais empresas brasileiras já estão viven…

Correios mudam nome e miram mercado internacional

Após carnaval, governo enviará MP ao Congresso para reestruturar ECT, que vai atuar em EUA, Europa e Japão Chico de Gois e Mônica Tavares
BRASÍLIA. O governo enviará ao Congresso, logo depois do carnaval, uma medida provisória (MP) modernizando e reestruturando a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). O texto também modificará a Lei Postal, editada em 1978. Um dos principais objetivos das mudanças é a internacionalização dos Correios, que vão poder atuar principalmente em países como Estados Unidos, Portugal, Espanha, Inglaterra e Japão, para que os brasileiros que lá residem possam fazer remessas para o Brasil, por exemplo.
A nova empresa se chamará Correios do Brasil S.A. e será uma sociedade anônima, com capital fechado, nos moldes da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).
- Esta reestruturação vai permitir que os Correios tenham uma ação mais presente no exterior, principalmente visando à captação das remessas de valores dos brasileiros no exterior, que chegam anualmente a…

Seguro Automóvel - Indenizações de Carros Alagados

Seguradoras atendem 5 mil casos de carros alagados em janeiro em SP
Aumento é de 80% em relação a janeiro de 2009. Cerca de 2.500 não puderam ser recuperados.
Os quase 50 dias de temporais provocaram um aumento do número de carros considerados perdidos pelas seguradoras. Cerca de 2.500 não puderam ser recuperados. E quando o estrago tem conserto, a conta é de abalar qualquer orçamento.
O conserto de carros atingidos pelas enchentes em uma oficina mecânica aumentou 20% em apenas um mês. E arrumar um carro que ficou debaixo d'água não sai nada barato.
“Hoje, na faixa de R$ 4 mil. Tem retífica, troca de peças, anel, pistão, bomba de óleo, de junta, tudo mais. Tem que se mexer em banco, carpetes, em portas”, disse o mecânico Walter Santos. Isso sem contar o desespero do motorista, que viveu a situação em várias regiões da cidade. Carros que quase sumiam na água ou cobertos por árvores caídas.
O seguro total cobre danos provocados pelas chuvas e pelos ventos fortes. Em janeiro, as seguradoras…

DPVAT - Indenizações pagas em 2009

Região Sul concentrou 38% das indenizações pagas pelo DPVAT em 2009


A região Sul liderou o número de indenizações pagas pelo Dpvat (Seguro Obrigatório) no ano passado. Dos 256.472 pagamentos, 38% eram da região Sul do País. O número corresponde a 97.502 indenizações.

Em segundo lugar no ranking ficou a região Sudeste, que concentrou 29% dos pagamentos, ou 74.376 indenizações. Em terceiro lugar ficou a região Nordeste do País, com 48.729 pagamentos, que correspondem a 19% do total pago no ano passado.

Ao todo, o Dpvat pagou 53.052 indenizações por morte, 118.021 por invalidez e outras 85.399 indenizações por custos de atendimento médico em 2009. O número é quase 5,7% menor que o registrado em 2008, quando 272.003 indenizações foram pagas.

Faixa etária
De acordo com levantamento realizado pela CNM (Confederação Nacional de Municípios), com dados do Dpvat, as pessoas que mais se envolvem em acidentes de trânsito são aquelas que têm idade entre 21 e 30 anos. Elas foram responsáveis por 32% dos…