Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2011

Corretor de seguros: auxílio na hora dos apuros

Quando a consultora de comunicação Nathalia Petta se envolveu em um acidente de trânsito no ano passado, em Belém, pensou que perderia o carro tamanha foi a força da colisão com outro automóvel. Passado o susto, foi só se acalmar e lembrar que estava amparada por um 'verdadeiro anjo da guarda', como ele mesma define: o seguro.
'Estava com meu namorado e a irmã dele trafegando pela Avenida 16 de Novembro quando fomos supreendidos por outro carro que avançou a preferencial e bateu na lateral direita do meu carro. Com o impacto, fomos parar do outro lado da rua. A lataria amassou bastante e fiquei muito preocupada porque pensei que tinha sido perda total. Depois da batida, eu me acalmei e liguei para o meu corretor de seguros e fui super bem atendida. Graças a Deus ninguém ficou ferido, mas ficamos muito assustados também', relembra a consultora.
Para Nathalia, o seguro a livrou de uma grande 'dor de cabeça'. 'Desde que comprei meu carro, sempre optei em investi…

Seguro paga escola em caso de desemprego ou morte; veja se vale a pena

As escolas particulares já começaram a enviar aos pais os boletos de matrícula para o ano letivo de 2012 e muitas aproveitam a oportunidade para oferecer seguros educacionais. As restrições das coberturas, no entanto, fazem com que nem sempre a contratação desse tipo de seguro seja interessante para o consumidor.
O seguro educacional é contratado pela escola ou universidade e oferecido aos pais dos alunos para garantir o pagamento da mensalidade em situações como morte do pai ou responsável ou perda de emprego -nesse caso, também do próprio aluno.
O valor do seguro costuma corresponder a 1% ou 2% da mensalidade, segundo o diretor técnico do Sincor-SP (Sindicato dos Corretores de Seguros do Estado de São Paulo), Marcos Pummer.
Veja cinco dicas para contratar seguro educacionalCoberturasPrazosCondiçõesCarência

Seguro de eventos pode ser contratado para corridas de rua

Produto da Porto Seguro, que também patrocina funcionários participantes de provas, oferece garantias para pessoas, estruturas, imprevistos e outros riscosO Porto Seguro Eventos, produto desenvolvido pela Porto Seguro também pode ser contratado para corridas de rua. Para atender às necessidades específicas de organizadores de eventos, o seguro abrange eventos de diversos tipos, portes e locais, com ampla variedade de coberturas para organizadores, público e colaboradores. Possui garantias que vão de danos causados a terceiros, até montagem e desmontagem de estrutura e outros imprevistos. “As corridas de rua estão presentes no dia a dia da Corporação, que patrocina os colaboradores interessados em participar dessas provas por meio do Programa de Corridas*”, explica Edson Frizzarim, Diretor de Ramos Elementares da Porto Seguro. “Portanto, essa proximidade permite-nos oferecer aos organizadores um seguro com garantias que também estão alinhadas ao perfil desse tipo de evento”…

Adiar aposentadoria pode ser mau negócio

Imagem
Fator previdenciário, ainda em vigor, é responsável por redução de até 44% no ganho inicial da aposentadoria
Incidência do fator previdênciário cai à medida que aumenta o tempo de contribuição ou idade do segurado







O fator previdenciário, ainda em vigor, é responsável por redução de até 44% no ganho inicial da aposentadoria. Sua incidência cai à medida que aumenta o tempo de contribuição ou idade do segurado. Assim, um trabalhador com 35 anos de contribuição e 53 de idade, por exemplo, que tenha pago pelo valor máximo pelo menos 80% de suas contribuições de julho de 1994 para cá, terá um ganho inicial de R$ 2.275,97. Se contribuir por mais um ano e se aposentar aos 54 anos de idade, sua aposentadoria inicial será de R$ 2.432,90 e assim por diante. Vale a pena? Se depender dos cálculos de dois especialistas no assunto, a resposta é não.

A advogada Camila Fonseca, sócia da Conprev - Consultoria Previdenciária, e o atuário e consultor Lourival Beneton, sócio da Beneton Consultoria, fizeram u…

Seguro de Risco Político ganha espaço no mercado brasileiro

Acontecimentos de repercussão mundial como guerras, atos de terrorismo e catástrofes ameaçam a estabilidade das empresas em países estrangeiros. Nesse contexto, os dirigentes de multinacionais têm buscado no Brasil o Seguro de Fisco Político como forma de minimizar o grau das perdas nesses eventos. “É um seguro diferenciado, pois proporciona, entre outros fatores, a proteção do patrimônio e viabiliza investimentos”, explicou o diretor de Risco da Aon, Keith Martin, durante a palestra na terça-feira (25/10), por ocasião do IX Seminário Internacional de Gerência de Riscos e Seguros em São Paulo.
Comercializado há muito tempo nos Estados Unidos e na Europa, esse seguro também já tem operação nacional e se baseia em coberturas para os seguintes riscos: expropriação, quebra de contrato, não-cumprimento de obrigações, violência política e impossibilidade de conversão de moeda.
A indústria e as instituições financeiras são que mais contratam esse tipo de proteção. “Mas é bom lembra…

ANS: 20 milhões de brasileiros têm planos de saúde com avaliação ruim ou mediana

Imagem
LEIA TAMBÉM:Vai contratar plano de saúde? Associação mostra o que observarPlanos de saúde: saiba o que pode ser questionado na declaração de saúdeMercado de planos de saúde movimenta R$ 38 bi no primeiro semestre Cerca de 20 milhões de brasileiros têm planos de saúde considerados ruins ou medianos em avaliação feita pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Esses brasileiros representam 45% dos usuários de planos de saúde no Brasil.A ANS analisou, no total, 1.103 planos. Desse total, 743 tiveram pontuação inferior a 0,60, numa escala que vai até 1. Dentro desse universo, 437 planos tiveram nota entre as duas faixas mais baixas de pontuação; 306 planos registraram a pontuação média.A avaliação foi feita de acordo com quatro quesitos: qualidade da assistência prestada ao cliente, estrutura de atendimento oferecida, situação econômico-financeira e atendimento.Os planos foram, então, classificados pelo Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) em cinco faixas de pontuação: d…